GIRLIE HELL- Stoner Rock De Calcinha

253183_176019225787254_6719111_n.jpg (560×288)
Mulheres, vocais rasgados, riffs marcantes e muita distorção. Assim é a Girlie Hell, banda goiana, que chama atenção por onde passa, ao combinar peso, maturidade e atitude feminina.A banda existe desde 2007, mas foi em 2010 que se definiu, explorando o que havia de melhor nas integrantes. Bullas Attekita no vocal e guitarra solo, Júlia Stoppa na segunda guitarra, Fernanda Simmonds no baixo e Ca

rol Pasquali na bateria, formam a banda, que apesar de jamais negar as origens, agora investe em um estilo mais pesado, aproximando mais o seu hard rock do metal, mas mantendo grandes influências de bandas clássicas como: Kiss, AC/DC, Girlschool e L7; sem deixar de lado as bandas atuais como: Foo Fighters, Danko Jones, The Donnas, Crucified Barbara e Kittie, entre outras.O 1º álbum da banda, o bem elogiado por revistas e zines especializados de todo o País, o “Get Hard”, foi lançado em abril de 2012 pelo selo Monstro Discos, com 11 faixas autorais, gravadas no Estúdio Rocklab, sob a produção de Gustavo Vazquez e Luis Maldonalle. Após o lançamento do álbum, a banda saiu em turnê por São Paulo e interior, bem como por BSB e outras localidades, tocando nos principais festivais, juntamente com bandas como: Raimundos, Dominatrix, Nervosa, BNegão e os Seletores de Frequência, Motorocker, Oitão, Hellsakura.
204-6513940-girliehell-site.jpg (620×413)

 

MEU COMENTÁRIO
Gostei muito do som da banda das meninas do Girlie Hell 
alguns sons lembrou uma outra banda de goianina o Black Drawing chalcks  Stoner rock Feminino de Primeira com influencias de bandas  que eu gosto como The Donnas ,Runaways e Kittie .
Em Agosto deste ano a banda fez o lançamento de seu 1º Videoclipe Oficial – música FIRE, sob a produção da Insana Produtora Independente (projeto da baixista Fernanda Simmonds), e dentro de uma seletiva de mais de 80 bandas, foi selecionada para tocar em um dos principais festivais de rock do País, o Porão do Rock em Brasília, com bandas altamente expressivas do rock mundial, como: Kyuss Lives (EUA), Sepultura, Red Fang (EUA), Motossierra (URU), Claustrofobia, DFC, entre outras.Assim segue a Girlie Hell, trabalhando novas músicas e se preparando incansavelmente para representar bem o estado de Goiás afora.
Acompanhe as novidades da banda, a agenda de shows e as promoções, pelas redes sociais ou pelo site www.girliehell.com

“O grupo feminino de Goiânia chega com um hard rock bem consistente e convincente”. Jornalista Silvio Essinger – Jornal O Globo (RJ).

“… só faltava a Goiânia, uma bandaça feminina que honrasse sua predileção pelos sons sujos e crus. Pois eis que chega o primeiro disco cheio da Girlie Hell…”. Rubens Herbst – Jornal A Notícia, de Joinville (SC).

“Garotas com atitude, que cantam e tocam com muito talento. Fugindo dos estereótipos femininos, o quarteto formado por 4 garotas, abusa das guitarras envenenadas e das baterias precisas, somadas a um baixo pontual para fazer o bom e velho rock n roll com alta octanagem. Bandas exclusivamente femininas são ou pop demais ou panfletárias ou ainda, se preocupam em fazer apenas o rock voar. Ainda bem que nesse caso as meninas do Girlie Hell além de fazer o rock decolar são boas musicistas, não apelam para truques baratos, nem tão pouco tentam emular outras bandas, são simplesmente elas mesmas, garotas que amam esse tal de rock n roll com belíssimas influências a bordo. Faixas bem produzidas (logo se vê a mão do produtor Gustavo Vazquez) e que apontam para um caminho sólido e característico, influências boas, cuidado com a produção e músicas para empolgar!”. Luciano Vitor – Site Underfloripa (SC).

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s